×
Nova inscrição
×
Nova inscrição
Espalhe a idéia

Oi oi! Aqui é o Marcus Tavares, tudo bem? Espero que goste do artigo.
Se gostou não esqueça de compartilhar com os amigos pois boa informação é sempre bem vinda.
Deixe também seus comentários abaixo do artigo. Vou tentar responder sempre que possível.

 

O lado negro da força

Não tenho dúvidas que a maioria dos fotógrafos usam pelo menos um software pirata. O título deste artigo chama atenção ao Photoshop, mas não só de Photoshop vive um fotógrafo. Existem outros softwares envolvidos no tratamento das fotos. No mínimo tem que haver o sistema operacional do computador, bons editores de Textos/Planilhas e para um melhor fluxo de trabalho, geralmente é necessário usar o Adobe Photoshop Lightroom.
Eu por exemplo uso o Lightroom 90% do tempo simplesmente porque é mais rápido e favorece o fluxo de trabalho. Os outros 10% do tempo de tratamento de fotos são investidos no Photoshop ou ferramentas externas.

Note que quando eu falo “a maioria”, não estou diferenciando entre fotógrafo amador, profissional, entusiasta/hobbysta, etc. Estou falando de todos os fotógrafos mesmo, independente de raça, cor ou credo. Enquanto você, meu caro leitor, poderia achar que fotógrafo profissional não usa software pirata, eu posso dizer que a maioria dos fotógrafos que eu conheço usaram (ou costumavam usar) softwares piratas em seus equipamentos de trabalho.
A desculpa é quase sempre a mesma, “Photoshop é muito caro” (inclua aí todas as desculpas relacionadas a não ter condições de comprar a licença). Contraditoriamente, o mesmo cara que dá essa desculpa, acaba entregando depois no bate papo que comprou a lente top das galáxias, ou trocou a máquina, etc. Ou seja, as condições financeiras existem, mas o sujeito nunca prioriza.
É tão fácil achar o Photoshop ou qualquer outro software no Google, que até mesmo o costume de comprar o DVDzinho pirata na mão do “Vendedor de Software” está gradualmente se transformando em procurar um torrent no Google. É fácil, é de graça, não é?

Software pirata não vem de graça

Enquanto empresas como a Adobe perdem com a pirataria e tentam aumentar a proteção em seus produtos, a verdade é que quem perde nessa situação é o próprio usuário do software pirata.
Como eu já disse outras vezes, minha primeira formação é em TI, portanto conheço exatamente como funciona. O usuário vai lá, instala o software piratão, segue as instruções e é guiado a executar um tal de crack. “To crack” em inglês quer dizer quebrar, ou seja, o crack é um programa que serve para quebrar a proteção original do Photoshop ou qualquer outro software, permitindo o seu uso sem uma licença válida.
Porém, embora alguns crackers tenham motivação puramente idealista, uma vez que um crack é postado na internet outros indivíduos com interesses bem mais pessoais podem entrar nesse cenário. Esses oportunistas modificam os cracks e adicionam uma outra espécie de programa, chamado malware. Eles então passam a compartilhar uma distribuição do Photoshop já com o crack que eles modificaram, inserindo os seus malwares.
Alguns blogs de pirataria buscam lucrar com os usuários mais leigos que desejam baixar um software pirata. A técnica é criar um post bem bonito e bem posicionado na pesquisa do Google para que seja encontrado por mais pessoas. O lucro deles acontece quando o usuário clica no link para fazer o download do software mas antes disso é exigido que ele forneça seu número de celular ou cadastre-se em algum site de origem duvidosa. Se você fizer isso, torça para não ser incomodado pelo resto da vida por propagandas desagradáveis.
Ao baixar uma versão pirata do Photoshop, você nunca terá certeza se existe algum malware embutido ali. Muitos cracks exigem que você desligue o anti vírus antes de instalar. Ou seja, você para instalar o Photoshop pirata você acaba abrindo a porta para todo o tipo de possível dano ao seu computador e aos seus dados pessoais.

E olha que eu nem entrei na legalidade do assunto. É claro que todo mundo sabe que é crime piratear qualquer coisa. E é óbvio que tanto o cracker, quanto os caras que implantam os malwares nos cracks e também os blogs de pirataria estão infringindo os direitos das empresas de software.

Você foi lá, procurou no Google, baixou o torrent, instalou o Photoshop, rodou o crack. E agora, tudo lindo?

  • Ao instalar um software pirata, você está correndo um sério risco de abrir acesso livre ao seu computador através de malwares que geralmente acompanham esses softwares. Os malwares não só vão te irritar com propagandas indesejadas saltando na tela do seu computador, como também poderiam revelar seus dados pessoais para uso em atividades ilegais.
  • Você está cometendo um crime, sujeito a detenção de seis meses a dois anos ou multa.
  • Enquanto há rumores na internet que as empresas de software, como a Adobe, estão confortáveis com uma certa porcentagem de seus produtos pirateados pois isso ajudaria na divulgação e aprendizado dos futuros compradores, as ações dessas empresas vão contra esses rumores e mostram que elas estão sim lutando para evitar a pirataria. Recentemente a Adobe divulgou que mostraria advertências nos computadores onde ela identificar cópias ilegítimas dos seus produtos.
  • Photoshop pirata não pode ser atualizado e você deve ter sempre seu Photoshop na última versão.
  • Photoshop pirata não tem suporte e geralmente vai falhar na hora que você mais precisa. Vide Lei de Murphy.

Alternativa viável para legalizar

A Adobe criou há alguns anos uma modalidade de licenciamento de software chamada Adobe Creative Cloud. Simplificando, é como se fosse um aluguel do software, permitindo uma redução significativa no investimento.

O pacote mais adequado para fotógrafos leva o mesmo nome. Ele inclui o Photoshop CC e o Lightroom para desktop, dispositivos móveis e Web. Isso mesmo, com o plano de Fotografia da Creative Cloud, você pode fazer edições ou marcar favoritos em um só lugar e suas alterações serão atualizadas automaticamente nos outros dispositivos por meio da tecnologia da Adobe CreativeSync. Comece a editar ou organizar fotos no smartphone, continue de onde parou no iPad e finalize no desktop.

Basicamente o processo de instalação consiste em:

  • Escolha o melhor pacote para as suas necessidades. Para fotógrafos, recomendo o pacote que inclui o Photoshop e o Lightroom.
  • Baixe o programa de instalação. Tenha paciência pois o processo de download consiste em etapas diferentes e incluem download de componentes separadamente através do software da Creative Cloud.
  • Aproveite os recursos, atualizações e suporte.

Na data da publicação deste artigo, a mensalidade do pacote é apenas R$35. Mais barato que uma pizza! Não tem mais desculpa, certo? Quem não pode comer uma pizza por mês?
Consulte também os planos para estudantes que são ainda menores. No link abaixo você encontra os valores sempre atualizados.
Verificar valor da assinatura para estudantes

Estruturando o seu negócio corretamente

Não deixe que essas armadilhas te peguem. Atualmente para um fotógrafo, o software é o mais baixo dos investimentos e você precisa dispor apenas de uma pequena mensalidade. Como qualquer outro negócio, a fotografia também exige alguns requisitos mínimos os quais você precisa priorizar e ir reinvestido gradualmente para melhorar.

Não tenho dúvida que o Photoshop é uma das principais ferramentas de trabalho para um fotógrafo, mas lembre-se que além dele e da máquina, lente e flash, ainda existem vários outros investimentos necessários, como: computador de boa qualidade, tripé, câmera backup, muitos cartões de memória, pilhas recarregáveis de primeira linha, mochilas, verba para seguro do equipamento, verba para marketing, baterias extras, variedade de lentes, filtros, equipamentos de estúdio, impressoras de fotos, etc, etc. E com certeza não nessa ordem!

Calma, não se assuste. Se você está começando e nunca parou para pensar em tudo isso, comece do começo, do básico. Todo fotógrafo já começou um dia, e você também pode crescer, um passo de cada vez.

Se você já é experiente no ramo e nunca parou para pensar nesses investimentos, talvez seja a hora de começar a planejar? Tudo é possível com um bom planejamento.

Independentemente da sua experiência, eu recomendo que você coloque o software como um dos primeiros da sua lista de prioridades pois o custo é irrisório atualmente. O restante das coisas pode ser incluído em seus planos gradualmente, sempre seguindo uma lógica. Mas isso já é assunto para um outro artigo.

E o Photoshop de graça?

Se vocë chegou a este artigo com o intuito de baixar um Photoshop de graça, Faça o login gratuito para ter acesso ao conteúdo Premium.

 

 

Um abraço e até o próximo artigo.

Login social gratuito

NITIDEZ PROFISSIONAL COM 1 CLIQUE!

Pra evitar hotlinks, o link será enviado para o seu email.
DOWNLOAD
Seus dados estão seguros. Eu não envio SPAM.
close-link
Quase lá...

Entre com os seus dados.

Para evitar hotlinks no site, o link será enviado no seu email.
;-) Espero que aproveite!

Entrar em contato

Entrar em contato

Oi! Para garantir o melhor atendimento e evitar SPAM, por favor mantenha contato comigo através da #LISTAVIP. Entre com o seu email abaixo e depois confirme seu email.

Parabéns!